portugues ingles espanhol
ter - 15 junho 2021 - 09:06h - 135

Evento mundial de governo digital tem presença de brasileiros

Pesquisa
Avanços de transformação digital nos três níveis de governo (federal, estadual e municipal) são alguns dos destaques da 22ª Conferência Internacional Anual sobre Pesquisa em Governo Digital (dg.o 2021)
Imagem

O GTD.GOV, grupo de trabalho formado por servidores públicos voluntários e mantido pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP-TIC) e pelo Conselho Nacional de Secretários de Estado da Administração (CONSAD), teve quatro pesquisas selecionadas, após uma rigorosa avaliação cega por pares (Blind Peer Review) pela 22ª Conferência Internacional Anual sobre Pesquisas em Governo Digital – dg.o 2021, para serem apresentadas durante a conferência.

O evento, que acontece nesta semana, é organizado pela Digital Government Society (DGS) e tem como tema “Digital Innovations for Public Values: Inclusive Collaboration and Community”. O foco é apresentar, discutir e demonstrar pesquisas interdisciplinares sobre governo digital, engajamento cívico, inovação tecnológica, aplicações e prática.

A cada ano, a conferência reúne os principais pesquisadores em Governo Digital do mundo e outros importantes pesquisadores reconhecidos pela natureza interdisciplinar e inovadora de seu trabalho, suas contribuições para a teoria e prática, seu foco em tópicos importantes e oportunos e a qualidade de suas pesquisas.

As apresentações dos trabalhos do GTD.GOV vão ocorrer nos dias 10 e 11 de junho. Os quatro trabalhos escolhidos foram “Mobile Government in States: Exploratory Research on the Development of Mobile Apps by the Brazilian Subnational Government”, “Impacts of an Articulation Group for the Development of the Digital Government in the Brazilian Subnational Government”, “An Overview of On-Site Contact Centers in Subnational Governments in Brazil” e “Challenges of Brazilian Subnational Government Service Portals”.

Thiago Ávila, membro do Núcleo Cientifico do GTD.GOV e doutorando em Administração Pública e Governo pela Fundação Getúlio Vargas, e um dos pesquisadores responsáveis pelas pesquisas aprovadas, explica a importância da participação do grupo na conferência.

“Este tipo de aceitação é muito importante, pois além de universalizar os avanços recentes do Governo Digital no Brasil, especialmente feito pelos Estados, proporciona visibilidade internacional para que instituições de cooperação, financiamento, pesquisadores internacionais e outros stakeholders relevantes no tema de Governo Digital tenham conhecimento dos avanços brasileiros na agenda e possam se motivar para futuras parcerias”.

As pesquisas aprovadas pelo dg.o 2021 tiveram a participação de Beatriz Lanza, Daniel Valoto, Eurico Matos, Gleycianne Araújo, Rodrigo Lara, Thiago Ávila e Yohanna Juk. Além disso, o GTD.GOV tem cooperado com pesquisas de instituições internacionais como a Universidade do Minho, a UNU-EGOV (Portugal) e a Universidade de Harvard (E.U.A).

“Ao publicar trabalhos científicos em eventos desta grandeza, o conhecimento produzido pelo GTD.GOV fica eternizado para que toda a comunidade interessada possa utilizá-lo para o desenvolvimento do Governo Digital”, comenta Thiago.

O primeiro trabalho a ser apresentado será o “Challenges of Brazilian Subnational Government Service Portals”, que explora ações recentes de transformação digital dos Portais de Serviços Digitais dos governos estaduais do Brasil. A apresentação será feita por meio de um pôster na quinta-feira, dia 10.

Já na sexta-feira, dia 11, fica a apresentação dos outros três trabalhos. “Impacts of an articulation group for the development of the Digital Government in the Brazilian Subnational Government” teve foco em investigar a importância do GTD.GOV, e de outros grupos articuladores, para influenciar a aceleração da transformação digital dos governos brasileiros.

A pesquisa “An Overview of On-Site Contact Centers in Subnational Governments in Brazil” analisa a atuação das Centrais de Atendimento ao Cidadão dos Estados em decorrência da demanda imediata de digitalização de serviços públicos trazida pela pandemia da Covid-19. “O foco foi analisar como estas Centrais tiveram que se adaptar ao cenário pandêmico baseado em ações digitais”, comenta Ávila.

Já o trabalho “Mobile Government in States: Exploratory Research on the Development of Mobile Apps by the Brazilian Subnational Government” avaliou a oferta de serviços digitais dos governos brasileiros através de aplicativos e super aplicativos (super apps), estimando a maturidade destes governos na oferta de serviços por meios digitais.

Tal participação do GTD.GOV traz destaque para o trabalho do grupo e promete conquistar bons resultados. “O impacto deverá ser de médio a longo prazo, mas ajuda a consolidar uma trajetória internacional que o GTD.GOV começou a trilhar em 2020, buscando apoios relevantes para acelerar a Transformação Digital dos governos subnacionais brasileiros”, finaliza Thiago.

O evento, que teve início nesta quarta-feira (09/06), segue até a sexta-feira (11/06) na Universidade de Nebraska em Omaha (Omaha, Nebraska) totalmente online, com a participação dos pesquisadores inscritos, representando mais de 30 países. Na trilha “Digital Transformation in Subnational Governments”, além das pesquisas brasileiras, serão discutidos também trabalhos da China e Irlanda.

Para saber mais sobre o evento, é só acessar o link.